menu

História

missing image missing image

Uma empresa que tem história na fabricação de comutadores de derivação

	missing image missing image missing image missing image

 

1952

A fabricação dos comutadores de derivação em carga começou em 1952, com a criação dos primeiros comutadores de derivação da série com design moderno, desenvolvidos tendo como base os modelos da empresa austríaca ELIN-Union. Esses comutadores de derivação em carga foram destinados a atender às exigências dos fabricantes de transformadores búlgaros.


1962

A série RS foi desenvolvida no período entre 1962 e 1963. Sua série posteriormente aprimorada, o RS 2 — 1964 e o RS 3 — 1967, definiu as principais tendências no desenvolvimento da fabricação de comutadores de derivação na Bulgária. A experiência teórica e experimental adquirida ao longo dos anos, juntamente com a experiência na fabricação e aplicada às explorações, criou as condições para um salto na qualidade e quantidade. A série RS 3 aumentou significativamente as exportações dos comutadores de derivação em carga.


1963

Entre 1963 e 1966, a fabricação das séries C, D e F, complementada pelas unidades motoras dos tipos MA 7 e MA 4, tiveram como base a licença da empresa MR Germany. Em 1973, foram fabricados exemplares desses equipamentos.


1974

No período de 1973 a 1975, aproveitando a experiência adquirida, uma nova série RS 4 foi desenvolvida para correntes nominais de 200 A, 400 A e 630 A e respectiva tensão de 35 kV a 220 kV. Esses novos comutadores de derivação marcaram mais um salto significativo no desenvolvimento e na produção desses dispositivos, e a Bulgária tornou-se a segunda maior fabricante mundial de comutadores de derivação em carga.


1983

Desenvolvimento e adoção de novas séries para uso geral e especializado: RS 5 (1983), RS 6 e RS 7 (1988).

 
1984

Embora as séries RS 4 e RS 10 tenham definido altos padrões técnicos, econômicos e competitivos, seu aprimoramento e inovação continuaram e, em 1984, a nova série RS 9 foi adotada.


1989

Desde 1989, a principal produção da ELPROM TRAFO vem usando apenas comutadores de derivação em carga do tipo RS 9, complementados pela MDU4, e seu design e projeto vem sendo continuamente melhorados e modernizados.
 


1990

Desenvolvimento e adoção das séries: RS 12 (1990) e RS 16 (1992).

 
 1996

Desenvolvimento e adoção dos comutadores de derivação sem carga.

 

 

1997

Desenvolvimento e aprimoramento das séries de comutadores de derivação em carga RS 9 e RS 9 de 1.250 A


2003

Desenvolvimento e fabricação dos protótipos dos comutadores de derivação em carga da série RS 21, projetados para operar em meio gasoso, e introdução na produção regular.


2008

Desenvolvimento e fabricação dos protótipos dos comutadores de derivação em carga da série RSV 9.3 de I 400 A, e introdução na produção regular.

 
2009

Desenvolvimento e fabricação dos protótipos dos comutadores de derivação em carga da série RSV 9.3 de 550 A, e introdução na produção regular.

 
2010

Desenvolvimento e fabricação dos protótipos: RSV 9.3 III de 400 A; RSV 9.3 III de 550 A; RSV 9.3 I de 1.200 A. Introdução na produção regular.